Blog do Roberto Zanin

Este blog analisa e repercute notícias destes tempos.

Archive for dezembro 2012

Obrigado por me dizer não

imagesCALOSCQGO brasileiro é muito sentimental. Pode ficar magoado se você não atender alguma solicitação que lhe faça.
Se você pedir ou propor algo a um italiano, alemão ou espanhol e ele não tiver interesse em atendê-lo, ele dirá aquela palavra mágica, curta na maioria dos idiomas, que em Português se escreve “Não”.
“Nossa, que rispidez. Ele falou ‘Não´!”
O brasileiro é mais diplomático.
Suponhamos que você é um prestador de serviços e ofereça algo para algum compatriota.
Ele de cara, não se interessa, não vai querer comprar nada. Mas o que ele faz? Mais ou menos assim:
“Achei interessante o projeto. Peço que o formalize por e-mail para eu analisar com mais calma. Segunda-feira eu te respondo”.
Você, então, se anima com a possibilidade de conquistar mais um cliente, elabora um projeto caprichado, que vai lhe consumir algumas horas e o envia por e-mail, ansioso para chegar a tal segunda-feira, quando receberá a resposta, com grandes chances de que seja positiva. Afinal, ele disse que achou a ideia “interessante”.
Chega a segunda e… nada. “Talvez ele não tenha tido tempo”, você pensa.
Passa a terça, a quarta, a quinta, uma semana, duas, um mês.
Só então o incauto perceberá que a resposta é… “não”.
O brasileiro gosta da tática do “não” que se “esvai”, se dilui.
Não gosta de dizer “não”. Prefere que o interessado se dê conta disso.
O problema é que se nosso amigo dissesse não lá no início, logo de cara, nossa “vítima” não teria perdido tanto tempo e teria partido para outra.
Por isso, se você tiver a sorte de ouvir um “não” seco, na lata, sem anestesia, não existe.
Olhe agradecido para o interlocutor e diga: “Obrigado por me dizer ‘não’”.

Written by Editor do Blog

13 de dezembro de 2012 at 14:26

Publicado em Uncategorized